07:24 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, na cerimônia de posse do novo procurador-geral da República, Augusto Aras, no Palácio do Planalto, Brasília, 26 de setembro de 2019

    Bolsonaro não vai à posse do presidente Alberto Fernández, na Argentina

    © REUTERS / Adriano Machado
    Américas
    URL curta
    11166
    Nos siga no

    Bolsonaro afirmou que não comparecerá à posse do presidente eleito Alberto Fernández, que derrotou o candidato preferido do presidente brasileiro na Argentina.

    Fernández foi eleito no último domingo (28), pertence ao campo político do peronismo e tem como vice-presidente Cristina Kirchner, que já foi criticada por Bolsonaro anteriormente, segundo o portal G1. 

    Alberto Fernández
    © REUTERS / Ricardo Moraes
    Alberto Fernández

    "Não vou. Decidido", respondeu Bolsonaro ao ser questionado por jornalistas se iria à posse de Fernández.

    "Torci, torci, pelo outro, mas já que ganhou, vamos em frente. Da minha parte, não tem qualquer retaliação. Espero que eles continuem fazendo uma política conosco, uma [política] semelhante à que o Macri fez até o momento”, ressaltou Bolsonaro.

    Vale destacar que o candidato preferido de Bolsonaro era Maurício Macri, atual presidente argentino, que foi derrotado na última eleição.

    Tanto é que assim que soube da vitória de Fernández, Bolsonaro declarou que a Argentina havia "escolhido mal" e que não parabenizaria o vencedor, deixando claro sua insatisfação com o resultado.

    Fernández foi eleito com 48,1% dos votos, enquanto Macri obteve 40,4%.

    Mais:

    Macri oferece ajuda para Brasil e Bolívia no combate aos incêndios florestais
    Macri anuncia aumento de salário mínimo para tentar reverter derrota nas eleições
    Após derrota de Macri, ministro da Fazenda renuncia na Argentina
    Tags:
    cerimônia de posse, cerimônia, posse, presidente, Argentina, Brasil, eleição, Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar