17:37 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
      Soldado  intercepta manifestante durante protestos no Chile

    Novo ministro das Finanças do Chile prevê final de ano 'muito ruim'

    © AP Photo / Esteban Felix
    Américas
    URL curta
    370
    Nos siga no

    A economia do Chile enfrenta um final de ano "muito ruim" devido aos protestos em andamento contra a desigualdade social e econômica, disse nesta terça-feira (29) o novo ministro das Finanças, Ignacio Briones.

    Briones foi nomeado para o cargo na segunda-feira (28), quando o pressionado presidente Sebastián Piñera reorganizou seu gabinete pela terceira vez desde que assumiu o cargo em março de 2018.

    Pelo menos 20 pessoas morreram nos protestos que começaram em 18 de outubro e os manifestantes entraram novamente em confronto com as forças de segurança em Santiago na segunda-feira, apesar das medidas mais recentes de Piñera.

    A crise "significará um final de ano muito ruim para a economia chilena, mas o mais preocupante é que os sinais que emitimos gerarão uma diminuição no investimento", disse Briones à rádio Cooperativa.

    O novo ministro disse que a "nova realidade" significa que o crescimento econômico esperado de 2,5% terá que ser revisado.

    Os manifestantes têm exigido a renúncia de Piñera e, apesar de ele ter feito uma série de concessões, incluindo um aumento no salário mínimo e nas pensões, a agitação pública não mostra sinais de diminuir.

    Embora o nível de destruição e saques tenha caído significativamente desde os primeiros dois dias de protestos, algumas lojas foram atacadas na segunda-feira e um incêndio atingiu um prédio que abriga um shopping center e um hotel, informa a agência de notícias Agence France-Presse (AFP).

    "Existem empreendimentos e negócios completamente arruinados que não poderão operar nos próximos meses", acrescentou Briones.

    Mais:

    Presidente do Chile diz que 'escutou mensagem' após protesto com 1 milhão de pessoas
    Número de mortos durante protestos no Chile sobe para 19
    Congresso do Chile é evacuado após tentativa de invasão (FOTOS, VÍDEOS)
    Toque de recolher termina no Chile e Piñera pede para todos ministros renunciarem
    Após protestos, popularidade do presidente do Chile despenca para mínimo histórico
    Polícia do Chile reprime manifestantes em novos protestos ao redor da sede do governo
    Tags:
    protestos, economia, Sebastián Piñera, Chile
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar