01:33 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, no Palácio do Planalto.

    Chanceler brasileiro diz que 'forças do mal' comemoram eleições na Argentina

    Pedro Ladeira / Folhapress
    Américas
    URL curta
    20621
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, disse na segunda-feira que as "forças do mal" estão comemorando o resultado das eleições na Argentina, referindo-se ao triunfo do candidato peronista Alberto Fernández.

    "As forças do mal estão comemorando. As forças da democracia estão lamentando pela Argentina, pelo Mercosul e por toda a América do Sul, mas o Brasil continuará inteiramente do lado da liberdade e da integração aberta", afirmou Araújo no Twitter.

    O chanceler brasileiro declarou que "não há muita ilusão" de que "Fernández-kirchnerismo" será diferente do kirchnerismo clássico e que os sinais são os "piores possíveis".

    "O fechamento comercial, o modelo econômico retrógrado e o apoio às ditaduras parecem ser o que acontece", previu o ministro.

    O ministro das Relações Exteriores do Brasil acrescentou que a esquerda é "totalmente ideológica em apoio aos regimes tirânicos da região", sem mencionar nomes, mas acrescentou que quando se trata de democracias "das quais depende", ele pede pragmatismo.

    Araújo encerrou sua reflexão dizendo que o governo será pragmático na defesa dos princípios e interesses do Brasil, que passa por um Mercosul sem barreiras e aberto ao mundo e uma América do Sul sem ditaduras.

    Sua reação aos resultados na Argentina está alinhada com o que o presidente Jair Bolsonaro disse algumas horas antes, também na segunda-feira.

    O líder brasileiro afirmou que os argentinos escolheram "mal" e que não pretende parabenizar Fernández, e expressou dúvidas sobre o futuro do Mercosul com a mudança de governo.

    Bolsonaro também criticou o gesto de Fernández de pedir a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, algo que considerou uma interferência e um confronto com a democracia brasileira.

    Mais:

    Favorito nas eleições da Argentina publica mensagem de parabéns a Lula: 'Preso injustamente'
    Alberto Fernández se encaminha para vitória em 1º turno na Argentina
    Macri reconhece vitória de Fernández na Argentina
    Tags:
    diplomacia, esquerda, peronismo, kirchnerismo, Cristina Kirchner, Alberto Fernández, Jair Bolsonaro, Ernesto Araújo, América do Sul, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar