18:20 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Evo Morales, presidente da Bolívia, acenando para jornalistas durante visita a Incachaca, Cochabamba (arquivo)

    Evo: forças da oposição preparam golpe de Estado na Bolívia

    © AP Photo / Juan Karita
    Américas
    URL curta
    862
    Nos siga no

    O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse neste domingo que representantes da oposição estariam preparando uma tentativa de golpe de Estado contra o seu governo para a próxima semana.

    "Alerta a partir de Vila Vila, departamento de Cochabamba, a todo o povo boliviano e distintos setores sociais que se preparam para fazer um golpe de Estado na próxima semana: já estamos informados. O que dizem: que não deve passar da terça-feira da próxima semana, fora Evo Morales, quando vencemos com mais de 10% no primeiro turno", afirmou o chefe de Estado durante um discurso, citado pelo portal Hoy Bolivia. 

    ​Morales convocou seus apoiadores, sobretudo os camponeses, a sair em defesa de seu triunfo eleitoral, da Constituição e da democracia, expressa na eleição vencida por ele no último domingo, 20.

    De acordo com o chefe de Estado, é incompreensível que a direita boliviana não reconheça o voto das áreas rurais, determinante para sua vitória ainda no primeiro turno.

    Evo Morales, segundo o Tribunal Supremo Eleitoral da Bolívia, venceu a eleição presidencial da última semana com 47,08% dos votos válidos, mas, devido a complicações durante a apuração, o resultado foi contestado por uma parte significativa da oposição e também por atores internacionais, que defendem que a melhor maneira de acabar com as suspeitas seria através de um segundo turno entre ele e seu principal adversário, Carlos Mesa. 

    Mais:

    Evo Morales declara estado de emergência na Bolívia
    Venezuela acusa EUA de tentarem golpe na Bolívia
    Brasil, EUA, Argentina e Colômbia apoiam OEA e pedem 2º turno na Bolívia
    Tags:
    segundo turno, primeiro turno, Evo Morales, Cochabamba, Carlos Mesa, Bolívia, eleições, eleição
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar