07:58 29 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    13178
    Nos siga no

    22 paraquedistas americanos da 25ª Divisão de Infantaria do Exército dos Estados Unidos ficaram feridos durante exercício militar no Mississippi.

    Os paraquedistas da 4ª Brigada da 25ª Divisão de Infantaria do Exército dos EUA sofreram ferimentos durante um salto noturno de uma aeronave C-130 na base militar de Camp Shelby, em Hattiesburg, no estado do Mississippi.

    Durante o salto, os militares enfrentaram uma forte corrente de vento que os afastou do local de aterrissagem. Caindo em uma área verde, muitos militares ficaram presos em pinheiros. 

    Segundo John Pennel, porta-voz do Exército dos EUA no Alasca, de onde o grupo de militares são, do total dos 89 paraquedistas que participaram do salto, dezenas necessitaram de atendimento médico.

    "Neste momento estamos com 22 feridos, tendo 15 sido atendidos pelo pessoal médico no campo e outros sete transportados para hospitais locais", afirmou Pennell.

    O incidente ocorreu por volta das 20h30 no horário local (1h30 no horário de Brasília).

    De acordo com o sargento John Healy, da 117ª Brigada Blindada em Camp Shelby, nenhum dos militares corre risco de vida. 

    Exercícios militares

    O fato ocorreu enquanto milhares de tropas americanas participam de um exercício militar chamado de Operação Bigorna do Ártico, publicou o portal WDAM-7.

    Ainda segundo Pennell, dos 3.000 militares envolvidos nas manobras, pelo menos 650 participavam dos exercícios durante o incidente.

    Mais:

    Caça Su-57 abre paraquedas de frenagem antes do pouso (VÍDEO)
    Rússia conduzirá inspeções na Letônia durante manobras da OTAN
    Queda livre: 2 blindados russos se destroçam após falha em paraquedas (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    C-130, incidente, Forças Armadas dos EUA, paraquedistas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar