09:04 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente venezuelano Nicolás Maduro fala perante apoiadores em Caracas, Venezuela

    'No more Trump': Maduro celebra 13 milhões de assinaturas arrecadadas na campanha

    © Sputnik / Stringer
    Américas
    URL curta
    6132
    Nos siga no

    Em sua página no Twitter, o presidente venezuelano Nicolás Maduro celebrou as mais de 13 milhões de assinaturas que a campanha conseguiu obter e que deverá levar até à ONU.

    No dia 10 de agosto, a Venezuela foi palco de uma grande demonstração de repúdio ao bloqueio econômico norte-americano à Venezuela. Intitulada de "No more Trump", a ação levou muitos venezuelanos às ruas de Caracas.

    Um dos objetivos da campanha era arrecadar 13 milhões de assinaturas de cidadãos venezuelanos insatisfeitos com a política de Trump para o país caribenho. Ao que parece, Maduro atingiu seu objetivo. O presidente festejou as 13.287.742 assinaturas registradas em sua página no Twitter.

    Felicito a imensa mobilização anti-imperialista de nosso povo, que transbordou as ruas de Caracas em um lindo ato de amor e patriotismo, para entregar 13 milhões 287 mil 742 assinaturas pela Paz e soberania nacional. Da Venezuela dizemos ao mundo: No more Trump!

    Manifesto na ONU

    Ontem (21), os organizadores do evento entregaram à vice-presidente do país, Delcy Rodríguez, as assinaturas. Na próxima semana, a mesma deverá junto com o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, seguir para Nova York com o intuito de entregar as assinaturas ao secretário-geral da ONU, António Guterres.

    Ao mesmo tempo, as autoridades venezuelanas deverão participar da 74ª Assembleia Geral da ONU, a qual decorrerá entre os dias 24 e 30 deste mês.

    Por sua vez, Trump deverá discutir a crise venezuelana com as lideranças ocidentais na próxima quarta.

    Mais:

    Ministério do Petróleo da Venezuela acusa oposição de destruir subsidiária da PDVSA
    Venezuela publica novas FOTOS de Juan Guaidó com narcoparamilitares da Colômbia
    Maduro: sede do governo colombiano emitiu ordem para extrair Guaidó a Bogotá
    Tags:
    ONU, assinaturas, manifesto, Venezuela, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar