14:22 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Apoiadores do presidente Nicolás Maduro em Caracas, na Venezuela

    EUA aplicam nova rodada de sanções contra pessoas e empresas ligadas à Venezuela

    © AP Photo / Ariana Cubillos
    Américas
    URL curta
    81214
    Nos siga no

    Os EUA impuseram sanções nesta terça-feira (17) contra 3 pessoas e 16 empresas sob a acusação de participar de um esquema de corrupção na distribuição de alimentos com a participação governo venezuelano.

    Os indivíduos sancionados são: Amir Luis Saab, Luis Alberto Saab e David Nicolas Rubio. Já as empresas sancionadas são ligadas a estes três indivíduos. 

    Em julho, o Departamento do Tesouro disse que o colombiano Alex Nain Saab orquestrou uma vasta rede de corrupção para importação e distribuição de alimentos na Venezuela e lucrou com contratos supervalorizados, incluindo o programa de subsídios alimentares.

    "Essa ação aumenta a pressão sobre Alex Saab e sua rede, que lucraram com a fome do povo venezuelano e facilitam a corrupção sistêmica na Venezuela", disse o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, no comunicado. "O Tesouro continuará mirando aqueles que lucram de maneira corrupta às custas do povo venezuelano".

    Na semana passada, o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, em discurso no Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), classificou as sanções de Washington contra a Venezuela como "terrorismo econômico".

    Mais:

    Venezuela celebra demissão de 'um dos falcões preferidos' dos EUA
    Venezuela dará 500 mil armas às milícias nacionais durante exercícios
    Trump diz ter opiniões mais duras do que as de Bolton em relação a Cuba e Venezuela
    Ministro da Defesa do Uruguai teme a chance de um conflito armado na Venezuela
    Maduro garante que Venezuela tem 'equipamentos do mais alto nível' graças à Rússia
    Tags:
    Venezuela, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar