02:25 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Raúl Castro, Presidente de Cuba

    Twitter bloqueia contas de mídia estatal cubana e Raúl Castro

    © AP Photo / Sven Creutzmann
    Américas
    URL curta
    625
    Nos siga no

    As contas do Twitter da agência oficial de comunicação de Cuba, do líder do Partido Comunista da ilha, Raúl Castro, e de sua filha, Mariela Castro, foram bloqueadas na noite de quarta-feira (11).

    Também foram bloqueadas as contas de dezenas de profissionais da agência oficial e do ministro das Comunicações. De acordo com a agência estatal, o Twitter não explicou o motivo da suspensão nem avisou sobre a medida. Segundo União Cubana de Jornalistas, a medida é uma “censura massiva”.

    Até o momento, o Twitter não respondeu aos pedidos para comentar a questão, segundo relatou a Reuters.

    A União Cubana de Jornalistas disse que no passado algumas contas individuais tinham sido bloqueadas, mas depois foram recuperadas. “O que é novo agora é o massivo escopo desse ato de guerra cibernética, claramente planejado, que tem o objetivo de limitar a liberdade de expressão de instituições cubanas e cidadãos, e de silenciar líderes da revolução”, afirmou a associação por meio de um comunicado.

    A retirada do ar aconteceu no mesmo momento em que o presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, fazia um pronunciamento na TV alertando para uma crise de energia causada pelas sanções americanas.

    Jornalistas independentes ironizam críticas

    Jornalistas independentes, no entanto, ironizaram o fato de oficiais de um governo que detém o monopólio da mídia criticarem um ato de censura. Meios de comunicação independentes são tolerados na ilha, mas considerados ilegais. Muitos profissionais do setor denunciam que veículos contrários ao governo são bloqueados

    “Oficiais da imprensa cubana descobrem a ‘liberdade de expressão’ graças ao Twitter”, escreveu na rede social o canal 14ymedio, que é dirigido pela dissidente Yoani Sanchez.

    De acordo com o Comitê para Proteção dos Jornalistas (CPJ, por sua sigla em inglês), Cuba é um dos 10 países que mais censuram no mundo. No entanto, nos últimos anos o governo socialista vem expandindo o acesso à internet.

    Mais:

    O que Cuba pode ganhar e perder com entrada do Google no país?
    Presidente de Cuba: nova Constituição legaliza setor privado
    Cuba autoriza redes privadas de conexão à internet
    O que há em comum entre os bloqueios a Cuba e Venezuela?
    EUA endurecem sanções contra Cuba por 'apoio à Venezuela'
    Tags:
    Internet, socialismo, Miguel Diaz-Canel, Raul Castro, Twitter, Revolução Cubana, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar