07:28 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Contaminação química (imagem referencial)

    Força Aérea dos EUA detecta nível elevado de toxinas químicas em aquíferos

    © REUTERS / Contaminação química (imagem referencial)
    Américas
    URL curta
    783
    Nos siga no

    A Academia da Força Aérea dos EUA revelou que foram detectados níveis elevados de substâncias químicas tóxicas em águas subterrâneas na Base de Peterson.

    Segundo a Força Aérea, a contaminação foi encontrada em quatro locais da base, localizada em Colorado Springs.

    As substâncias químicas incluem perfluorooctanossulfonato (PFOS) e ácido perfluorooctanóico (PFOA), que são produtos químicos sintéticos, ou seja, não podem ser encontrados de forma natural no ambiente.

    Esses produtos são rapidamente absorvidos pelo corpo humano se ingeridos e se acumulam no sangue, rins e fígado, conforme a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA, na sigla em inglês).

    "O Centro de Engenharia Civil da Força Aérea confirmou que em amostras de água subterrânea de diversas áreas da Academia foram encontrados níveis acima das normas da EPA, sendo níveis de 70 partes por milhão para PFOS e PFOA em água potável", cita o comunicado emitido pela academia.

    Estudos revelam que as substâncias químicas podem ter efeitos negativos no desenvolvimento, na reprodução e efeitos sistêmicos.

    Esses produtos químicos são encontrados em espuma de combate a incêndios, bem como em embalagens de fast food e produtos de limpeza.

    Recentemente, os produtos tóxicos também contaminaram um aquífero do condado de El Paso, no Colorado, que abastece mais de 64 mil pessoas a 32 quilômetros ao sul da base, tendo sido gastos milhões de dólares para realizar o tratamento adequado, apontam relatórios.

    A academia da força aérea também confirmou planos para testar poços de água potável ao sul da academia, perto de Woodmen Valley, em Colorado Springs, segundo o portal Stars & Stripes.

    Entretanto, as autoridades anunciaram que a água potável da academia, fornecida pela Colorado Springs Utilities, não foi contaminada pelas substâncias químicas.

    "Compartilhamos as preocupações da comunidade sobre o possível impacto que a utilização desses produtos químicos pode ter sobre as fontes de água potável", afirmou o coronel Brian Hartless.

    "Vamos trabalhar em colaboração com o Centro de Engenharia Civil da Força Aérea para proteger a saúde humana e realizar uma inspeção completa com o objetivo de garantir uma água potável segura", completou.

    Mais:

    Pesticidas tóxicos usados no Brasil 'afetam pessoas do mundo todo', diz especialista
    É tirada de lago tóxico mala com cadáver no Chipre
    Tags:
    EUA, Força Aérea, substâncias tóxicas, resíduos tóxicos, tóxicos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar