12:14 08 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    12133
    Nos siga no

    O deputado norte-americano Chris Smith segue solicitando uma investigação sobre um possível experimento do Pentágono relativo ao uso de insetos como arma biológica.

    Segundo o representante, o Pentágono teria realizado o experimento entre 1950 e 1975, utilizando carrapatos para desenvolver a doença do Lyme e utilizá-la como arma biológica, ação que pode ter exposto norte-americanos à doença.

    "Deixe que o IG [Gabinete do Inspetor-Geral] decida isso e que ponha isso de parte para sempre caso seja de fato uma fábula, se não for verdade", afirmou Smith à Task & Purpose.

    Smith também introduziu uma emenda (116-19) à Lei de Autorização de Defesa Nacional, onde consta que o inspetor-geral do Departamento de Defesa "deve verificar se o Departamento de Defesa realizou experimentos com carrapatos e outros insetos para criar uma arma biológica entre 1950 e 1975".

    A guerra biológica envolve a utilização de toxinas biológicas ou bactérias, vírus ou fungos para atingir os humanos, animais ou plantas durante um conflito.

    Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA
    © CC0
    Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA

    Caso seja provado que o Departamento de Defesa realizou experimentos com carrapatos e outros insetos como armas biológicas, o inspetor-geral deve apresentar um relatório ao Comitê de Serviços Armados dos EUA descrevendo "o escopo do experimento" e se "os carrapatos ou insetos utilizados no experimento foram libertados fora de qualquer laboratório por acidente ou projeto experimental".

    A doença do Lyme, transmitida por carrapatos surgiu de forma misteriosa nos EUA em 1950. Atualmente, a doença afeta mais de 300 mil norte-americanos por ano.

    Mais:

    Pentágono encomenda estudo de zonas nórdicas da Rússia para eventual suprimento de Exército dos EUA
    Pentágono considera enviar porta-aviões e caças ao estreito de Ormuz
    Teerã nega alegação do Pentágono sobre derrubada de 2 drones iranianos no estreito de Ormuz
    Tags:
    doenças, político, investigação, armas, Pentágono
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar