10:50 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio

    Juan Guaidó está disposto a implementar plano norte-americano para Venezuela, diz secretário dos EUA

    © Foto / Marcos Correa/PR
    Américas
    URL curta
    18615
    Nos siga no

    O secretário de comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, disse nesta quinta-feira (1º), durante um evento em Brasília, que a Venezuela vai continuar a se deteriorar até que o governo de Juan Guaidó assuma o poder.

    “A Venezuela continuará a se deteriorar até o governo de Guaidó, reconhecido internacionalmente, implementar as necessárias reformas econômicas, políticas e sociais”, afirmou.

    Segundo o site Poder360, Ross apresentou o planejamento dos Estados Unidos para restaurar o crescimento da Venezuela envolvendo novas políticas fiscais e econômicas, investimento privado e o que ele chamou de “reversão do socialismo”.

    “Para reverter o socialismo, é preciso um papel do banco central venezuelano… Precisam de um novo sistema tributário, novas instituições fiscais, nova estrutura de dívida e uma estrutura bancária privatizada”, explicou Ross.

    A ideia é que Guaidó levaria adiante as medidas sugeridas para, segundo o secretário, reabrir o país e sua economia com a ajuda da comunidade de negócios internacional.

    “Para colocar em perspectiva: ainda há cerca 300 bilhões de barris de petróleo lá. Se você os colocar a US$ 5 o barril, isso significa US$ 1,5 trilhão em valor. Temos assim um grande contraste entre uma economia extremamente pouco equipada e enormes valores subterrâneos. Além do petróleo, também há ouro, vocês leram algo sobre isso na imprensa ultimamente”, disse Ross.

    Os principais pontos do plano norte-americano para a Venezuela seriam: energia, estabilização macroeconômica e financeira, normalização da agricultura e reabilitação do setor privado.

    Mais:

    Oposição e EUA estariam desmembrando riquezas da Venezuela, afirma Maduro
    Venezuela denuncia nova incursão de aeronave dos EUA fora do protocolo
    Guaidó faria Venezuela regressar aos tempos coloniais, afirma Evo Morales
    Seis meses após sua autoproclamação: fim de Guaidó se aproxima?
    Tags:
    Nicolás Maduro, Juan Guaidó, Estados Unidos, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar