14:17 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    3103
    Nos siga no

    Mais de 13 mil arquivos históricos desclassificados pela Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) mencionaram a Argentina em documentos diversos que foram digitalizados no banco de dados da agência americana.

    De acordo com o jornal local La Nación, um total de 13.199 documentos foi digitalizado desde 2017 pela CIA. A agência tomou a decisão de facilitar o acesso eletrônico depois de reconhecer certas "dificuldades" quando as pessoas se dirigem à sede da CIA, no estado de Maryland, para consultar os 12 milhões de documentos divulgados ao público.

    A mídia detalha os temas citados nos registros secretos sobre o país sul-americano, nos quais são abordados, entre outros, três avistamentos de OVNIs, detalhados pela Agência de Inteligência em 1962, 1965 e 1978.

    O documento cita um "estranho objeto voador" ou um grupo de "discos luminosos" no céu, avistados por diferentes pessoas.

    Comunismo e nazismo

    Em 1947, outro arquivo foi desclassificado em que adverte sobre o possível avanço do comunismo no país, com a identificação de um militante e líder dos "trotskistas", como os comunistas eram chamados nessa época pelos políticos locais.

    Os documentos denunciam a existência de publicações de propaganda que buscam estabelecer uma "ditadura do proletariado nas três comunidades".

    Em 1953, foram coletados dados sobre uma colônia alemã que estaria "activamente envolvida no ressurgimento do nazismo".

    Os neonazistas na Argentina, indica o documento, se moviam "em círculos bastante estreitos, envolvendo um pequeno número de indivíduos", embora não tivessem um líder comum e apresentassem "disputas e rivalidades sobre a precedência entre os membros da antiga colônia alemã, veteranos da Wehrmacht e as SS".

    Emblema da CIA em sua sede em Langley, Virgínia, EUA
    © AP Photo / Carolyn Kaster
    Emblema da CIA em sua sede em Langley, Virgínia, EUA

    Além disso, os registros revelam informações sobre temas de guerra como, por exemplo, os planos alternativos do governo americano para resolver o conflito que, em 1982, fez o Reino Unido e a Argentina se enfrentarem pela soberania das ilhas Malvinas e que terminou com a derrota da nação sul-americana.

    Mais:

    Mídia: chefe da CIA, alvo de boatos de tortura, induziu Trump a expulsar diplomatas russos
    'Espiões da CIA' são identificados e condenados à morte no Irã, reporta mídia
    EUA condenam ex-agente da CIA a 20 anos de prisão por tentar espionar para China
    Tags:
    OVNI, Argentina, CIA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar