00:15 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O homem na Coreia do Sul vê o lançamento de foguetes antinavios norte-coreanos

    Trump diz não estar incomodado com novos testes balísticos da Coreia do Norte

    © AP Photo / AP Photo/Ahn Young-joon
    Américas
    URL curta
    612
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse a repórteres nesta sexta-feira que não está incomodado com os últimos lançamentos de mísseis realizados pela Coreia do Norte.

    "Não, de jeito nenhum", afirmou Trump quando perguntado se ele estava chateado com os lançamentos. "Eles são mísseis de curto alcance e mísseis muito comuns". Trump acrescentou que ele não acha que os lançamentos foram um aviso para os Estados Unidos.

    Na quinta-feira, a Coreia do Norte disparou dois projéteis de uma área próxima à cidade costeira de Wonsan.

    O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul declarou posteriormente que os lançamentos eram de dois mísseis de curto alcance que voaram aproximadamente 267 milhas a uma altitude de 31 milhas antes de cair no mar do Japão.

    Na sexta-feira, a mídia estatal norte-coreana informou que os lançamentos eram testes de uma nova arma tática guiada e foram observados pelo líder Kim Jong-un, que supostamente convocou Seul a suspender seus exercícios militares.

    Presidente dos EUA Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un durante encontro na linha demilitarizada, 30 de junho de 2019
    Susan Walsh/AP
    Presidente dos EUA Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un durante encontro na linha demilitarizada, 30 de junho de 2019

    Os Estados Unidos e a Coreia do Sul realizam uma série de exercícios conjuntos anuais, incluindo Key Resolve, Foal Eagle e Ulchi Freedom Guardian (UFG). Após as primeiras conversações de desnuclearização entre os EUA e a Coreia do Norte no ano passado, Seul e Washington interromperam os exercícios, que Pyongyang considerou como preparação para a guerra contra a Coreia do Norte.

    O exercício conjunto 19-2 Dong Maeng ("aliança" em inglês) acontecerá em agosto e será realizado no lugar do UFG. Os aliados lançaram pela primeira vez a perfuratriz Dong Maeng em março, em vez de Key Resolve e Foal Eagle, que estavam programados para aquela época.

    Testes de mísseis balísticos da Coreia do Norte são proibidos pelas resoluções do Conselho de Segurança da ONU que Pyongyang rejeita como infringindo seu direito de autodefesa.

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, comentou em entrevistas na quinta-feira que ainda são possíveis novas conversas e que ele previu que elas aconteceriam em algumas semanas. "Você sabe, muitos países adotam postura antes de chegar à mesa", ponderou à rede Fox News em referência aos testes norte-coreanos.

    Mais:

    Vice-presidente dos EUA diz buscar assegurar 'liberdade religiosa' na Coreia do Norte
    Líder da Coreia do Norte inspeciona novo submarino e revela sistemas de armas
    Coreia do Norte lança dois projéteis não identificados em direção ao mar do Japão
    Tags:
    desnuclearização, Mike Pompeo, Donald Trump, relações bilaterais, diplomacia, exercícios militares, testes balísticos, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar