11:55 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, acena ao lado do presidente chinês, Xi Jinping, após coletiva de imprensa em Pequim, 9 de novembro de 2017

    EUA tomarão todas as medidas para proteger sua indústria da China, diz governo

    © AP Photo / Andy Wong
    Américas
    URL curta
    745
    Nos siga no

    A administração de Donald Trump pretende seguir com a adoção de medidas para 'proteger' seus negócios e trabalhadores do que considera uma competição injusta com a China.

    A declaração partiu do Escritório de Representação Comercial dos Estados Unidos, nesta terça-feira (16).

    "Os Estados Unidos estão determinados a dar todos os passos necessários para garantir igualdade competitiva para que a China e suas SOE's [sigla em inglês para Empresas Estatais] parem de prejudicar trabalhadores e negócios dos EUA", disse a representação comercial norte-americana.

    O comunicado estava direcionado a responder ao novo relatório da Organização Mundial do Comércio (OMC), publicado na quinta-feira (11) sobre medidas de direito compensatório acerca de certos produtos chineses.

    O comunicado da representação comercial dos EUA afirma que o relatório da OMC reconhece que a China usa empresas estatais para "distorcer" sua economia.

    O escritório comercial norte-americano também afirma que os EUA devem continuar utilizando os preços distorcidos pela China para mensurar subsídios, mas a conclusão ignorou evidências apontadas pelo Banco Mundial.

    Mais:

    Trump sanciona restrições a conteúdo estrangeiro em produtos dos EUA
    Trump sobre publicações racistas: 'muitas pessoas concordam comigo'
    Trump não quer a guerra, mas seu entorno sim, diz chanceler iraniano
    Mulheres do Congresso norte-americano respondem a Trump
    Tags:
    OMC, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar