05:15 20 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Presidente venezuelano Nicolás Maduro fala perante apoiadores em Caracas, Venezuela

    Maduro diz que 'diálogo será sempre o caminho' para Venezuela sair da crise

    © Sputnik / Stringer
    Américas
    URL curta
    722

    O presidente Nicolás Maduro enviou uma mensagem aos venezuelanos para pedir para que trabalhem com base no diálogo nacional para superar a crise enfrentada por essa nação.

    "Aqueles de nós que acreditam em valores democráticos, sempre lutamos pelo direito à liberdade, tranquilidade e desenvolvimento do povo venezuelano, reitero meu apelo à paz e à união de todos os setores da vida nacional. O caminho será sempre o diálogo!", disse o presidente em mensagem postada no Twitter.

    O presidente fez um discurso no dia 11 de julho no qual assegurou que as delegações da oposição e o governo haviam conseguido, em Barbados, a instalação de uma mesa de diálogo permanente com a mediação da Noruega, após três dias de conversações.

    "Depois de 3 dias de um intenso dia de diálogo com as oposições da Venezuela, concordamos em estabelecer uma mesa de diálogo permanente, agradeço a disposição do governo norueguês e expresso minha fé absoluta de que em breve chegaremos a um grande acordo de paz e convivência", disse o presidente.

    O governo da Noruega disse anteriormente em uma declaração que o diálogo continua e que as delegações retornaram a Caracas.

    As duas partes estão reunidas em Barbados desde segunda-feira na terceira rodada de negociações, que começaram no dia 14 de maio em Oslo.

    O ministro das Comunicações, Jorge Rodríguez, disse que o dia em Barbados havia sido um sucesso e agradeceu ao primeiro-ministro do país, Mia Mottley, "pela sua hospitalidade".

    Maduro havia dito dias atrás que as delegações trabalharam com base em seis pontos em que "há a visão de todo o país, as necessidades e questões de necessidade nacional: econômica, social, cultural, política e de todos os tipos".

    Os contatos realizados na Noruega marcaram a primeira reaproximação entre os dois partidos desde a mais recente crise política, que eclodiu em janeiro após a posse de Maduro para o período 2019-2025 e a auto proclamação do deputado da oposição Juan Guaidó como "presidente interino".

    Mais:

    Maduro muda comando do Exército após saber de motim militar
    Especialista: oposição venezuelana quer expulsar Maduro e não dialogar
    EUA querem Maduro fora antes de negociar com a oposição
    Tags:
    Nicolás Maduro, diálogo, crise, Juan Guaidó, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar