10:47 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, participa de desfile militar para comemorar o 208º aniversário da declaração da Independência da Venezuela em Caracas, em 5 de julho de 2019

    Maduro anuncia início de negociações com oposição em Barbados

    © REUTERS / Palácio de Miraflores/Handout
    Américas
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, disse que as negociações com a oposição começaram nesta segunda-feira (8) na ilha de Barbados, no leste do Caribe.

    "Hoje [segunda-feira], no dia 8 de julho, começou o processo de diálogo com a oposição venezuelana, com a participação do governo norueguês, na ilha de Barbados. Um começo muito animador, tenho as mensagens correspondentes do chefe de nossa delegação sobre este dia de negociações", disse Maduro à televisão estatal.

    A situação na Venezuela está tensa desde janeiro, quando protestos anti-governo, alimentados pela auto proclamação do líder da oposição Juan Guaidó como presidente interino do país.

    Maduro criticou Guaidó, dizendo que agiu sob as ordens dos Estados Unidos, que tentaram instalá-lo como presidente do país e se apossar dos ativos de petróleo da Venezuela.

    O governo e a oposição realizaram várias rodadas de negociações, mediadas pela Noruega, no entanto, nenhum acordo foi ainda alcançado.

    O governo norueguês disse que houve progresso nas negociações entre as partes interessadas em Oslo. Eles supostamente incluem funcionários do governo e pessoas leais ao líder da oposição, Guaidó.

    Os Estados Unidos e 54 países reconhecem Guaidó como líder da Venezuela. No entanto, Rússia, China, Irã e vários outros países reconhecem Maduro eleito constitucionalmente como o presidente legítimo da Venezuela.

    A Rússia disse que os EUA estão estrangulando a Venezuela com sanções, na tentativa de arrastar a nação latino-americana para o caos.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar