23:47 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Members of the US Army 1st Brigade, 1st Cavalry Division, unload Bradley Fighting Vehicles at the railway station near the Rukla military base in Lithuania, on October 4, 2014

    Blindados enferrujados e troca de farpas no poder marcam Dia da Independência dos EUA

    © AFP 2019 / PETRAS MALUKAS
    Américas
    URL curta
    11172

    Departamento de Defesa dos EUA declarou que não havia dado grande importância ao estado de conservação dos veículos blindados por seguir instruções da Casa Branca.

    Nesta quarta-feira (4), dois veículos blindados Bradley foram colocados perto do Memorial Abraham Lincoln, onde o presidente norte-americano, Donald Trump, discursará. O problema é que ambos os blindados não são novos e possuem partes descascadas e enferrujadas.

    "Foi decidido utilizar estes veículos. Eles foram limpos antes de serem levados ao National Mall. Não acho que foi dada muita importância para isso", declarou a assessoria de imprensa do Pentágono à Sputnik.

    Ao ser questionado sobre a quantidade e o estado dos seis veículos blindados disponibilizados para o desfile do Dia da Independência norte-americana, que é comemorado todo dia 4 de julho, o Pentágono afirmou que a "Casa Branca solicitou justamente" esses veículos.

    Se o uso de veículos blindados em deploráveis condições foi coincidência ou propositalmente pensado, dificilmente dará para saber no discurso de Trump, que, como esperado, dará importância ao "poderio militar dos EUA".

    O tanque norte-americano Abrams dispara do seu canhão principal durante as manobras em Noruega, em 18 de fevereiro de 2016
    O tanque norte-americano Abrams dispara do seu canhão principal durante as manobras em Noruega, em 18 de fevereiro de 2016

    Além dos veículos blindados, Washington deve contar com a presença de caças e helicópteros, incluindo os F-35 e aeronaves presidenciais.

    Desejo de Trump

    Desde 2017, o presidente norte-americano propõe a ideia de demonstrar equipamentos militares em comemorações, principalmente após se impressionar com o desfile do Dia da Bastilha, celebrado na França.

    Trump, então, planejou realizar um grande desfile com equipamentos militares no dia 4 de julho de 2018, mas teria adiado para o Dia dos Veteranos em 11 de novembro, quando mudou de ideia devido ao alto custo.

    O desfile do Dia da Independência deste ano custará aos EUA aproximadamente US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões), além do prejuízo das companhias aéreas, que foram obrigadas a adiarem aproximadamente 100 voos devido aos cancelamentos do Aeroporto Internacional Washington Dulles.

    Veículo de combate Bradley

    O blindado Bradley é um veículo blindado de infantaria, desenvolvido pela BAE Systems, e pode atingir uma velocidade de até 66 km/h. O Bradley entrou em serviço em 1981 e foi utilizado na Guerra do Golfo em 1990, além de participar de operações na Guerra do Iraque.

    Independência dos Estados Unidos

    A Independência dos Estados Unidos foi declarada no dia 4 de julho de 1776 e colocou fim ao vínculo colonial que existia entre as Treze Colônias e a Inglaterra. Com essa conquista, os Estados Unidos transformaram-se na primeira nação do continente americano a ter sua independência.

    Mais:

    Estado-Maior dos EUA elabora plano de retaliação a 'ataque nuclear russo'
    Último erro da Coreia do Norte: será que EUA vão enganar Kim Jong-un com falsa amizade?
    EUA vão revelar 'próximos passos' do Plano de Paz do Oriente Médio em breve, diz Kushner
    Tags:
    Donald Trump, EUA, parada militar, desfile, blindados, tanques
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar