06:16 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    510
    Nos siga no

    Os corpos sem vida de Óscar Martínez e sua filha Valeria, afogados há uma semana no Rio Grande quando tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos, chegaram a El Salvador vindos do México, confirmaram fontes oficiais.

    "Hoje recebemos na fronteira La Hachadura em Ahuachapán os corpos de Óshttps://br.sputniknews.com/americas/2019050613822544-eua-policia-eua-migrantes/car e sua filha Valeria, que morreram em Tamaulipas, México, enquanto tentava atravessar o Rio Grande para chegar aos EUA", informou o Secretário de Comunicações da Presidência de El Salvador em sua conta no Twitter.

    Os restos mortais de Martínez e sua filha chegaram pela estrada através do posto na fronteira com a Guatemala, e após os procedimentos formais continuaram a caminho de San Salvador, onde serão enterrados.

    A repatriação dos corpos, administrado e custeado pelo Governo de El Salvador, foi por via terrestre para torná-lo mais ágil, embora a última sexta-feira tenha chegado de avião a esposa e mãe das vítimas, Tania Avalos, que sobreviveram à tragédia.

    A imagem do pai e de sua filha abraçados sem vida na margem do Rio Grande do México, em Tamaulipas, percorreu o mundo e retratou o drama dos milhares de centro-americanos que deixam seus países, fugindo da violência ou em busca de uma vida melhor.

    Mais:

    Trump nega anistia a migrantes ilegais e ameaça líder democrata: 'Cuidado, Nancy!'
    Agência de Imigração dos EUA autoriza que polícias locais prendam e detenham migrantes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar