03:29 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, e assessor de Segurança Nacional, John Bolton, na cúpula da OTAN em Bruxelas

    Washington Post: Trump perde interesse na Venezuela

    © Sputnik / Aleksei Vitvitsky
    Américas
    URL curta
    7151
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, perdeu a paciência e o interesse na Venezuela, informa o The Washington Post, citando fontes de alto nível no governo.

    O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, havia dado garantias à Casa Branca de que muitos dos altos funcionários do governo e das Forças Armadas venezuelanas apoiariam um eventual novo governo no país sul-americano.

    No início do ano, a saída do presidente Maduro pareceu a Trump uma aposta segura e "uma rápida vitória na política externa em um momento em que outras iniciativas na Ásia e no Oriente Médio pareciam estagnadas ou estavam indo na direção errada", explicou o jornal. No entanto, apenas poucos membros do governo responderam ao chamado de Guaidó para trocar de lado.

    Trump acredita que o Conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, e seu diretor de política na América Latina, Mauricio Claver-Carone, "foram enganados" pela oposição e pelos principais aliados de Maduro, disseram as fontes do jornal na Administração.

    No entanto, outra fonte disse que "os EUA nunca disseram que seu esforço na Venezuela seria limitado a uma rodada". Washington continuará com a sua política de pressão máxima até o final, acrescentou.

    No entanto, Trump ficou claramente frustrado, pois "poderia ter obtido êxito e anunciar isso como uma grande vitória na política externa", disse um ex-funcionário do governo ao The Washington Post.

    Desde o início de maio, Trump raramente falou publicamente sobre a Venezuela ou sobre sua promessa de usar a força militar, se necessário, para atingir os objetivos dos Estados Unidos, observa o artigo. Mesmo a conta de Trump no Twitter silenciou sobre o assunto.

    ​Além disso, o presidente dos EUA começou a culpar seu antecessor pela atual crise na Venezuela. "Eles vem se preparando há muitos anos", disse ele. "Começou, da pior maneira, durante o governo Biden-Obama", disse Trump.

    Assim, a medida que Trump se afasta do tema, o assunto fica cada vez mais nas mãos do Conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, e do vice-presidente, Mike Pence.

    Mais:

    Inteligência russa: Washington está testando novo tipo de guerra híbrida na Venezuela
    EUA devem invadir Venezuela para assustar Irã e Coreia do Norte, sugere senador americano
    Toda a verdade sobre a hiperinflação na Venezuela (FOTOS)
    Rússia pede que EUA abandonem plano de dividir exército da Venezuela
    Tags:
    Juan Guaidó, John Bolton, política externa, Donald Trump, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar