03:52 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    President Donald Trump speaks during an event in the Rose Garden at the White House to declare a national emergency in order to build a wall along the southern border, Friday, Feb. 15, 2019, in Washington

    Trump desmente intensificação de ciberataques contra redes energéticas russas

    © AP Photo / Evan Vucci
    Américas
    URL curta
    1028
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, comentou um artigo no jornal New York Times, segundo a qual os serviços de inteligência dos EUA estão intensificando os ataques hacker às redes de fornecimento de energia russas.

    Donald Trump classificou os autores do artigo como "inimigos do povo" e "mídia corrupta" após o New York Times ter publicado um artigo sobre um suposto plano estratégico das autoridades norte-americanas para reforçar os ciberataques contra as redes elétricas russas.

    "É um ato virtual de traição do que costumava ser um grande jornal, tão desesperado por uma história, qualquer história, mesmo que seja ruim para nosso país", escreveu o presidente na sua conta no Twitter.

    Além disso, o presidente declarou que os meios de comunicação corruptos "farão ou dirão o que for necessário, sem pensar nas consequências, são verdadeiros covardes e, sem dúvida, inimigos do povo".

    O New York Times publicou no sábado (15) um artigo, segundo o qual Washington vem supostamente tentando aceder às redes de eletricidade russas através da infiltração de certos códigos maliciosos que podem ser utilizados para vigilância ou, incluive, ataque.

    A suposição da fonte citada é que isso mostra que as ações são uma espécie de advertência o presidente Putin e fazem parte de um plano de ataques cibernéticos caso as relações entre Moscou e Washington se tornem completamente hostis.

    Mais:

    Trump: EUA aumentarão arsenal nuclear até que Rússia e China 'recobrem o senso'
    Análise: saída de Trump do INF pode pôr bases dos EUA na Europa na mira de mísseis russos
    Tags:
    relações bilaterais, Donald Trump, ciberataque, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar