21:22 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Tanque de guerra T-72, de fabricação russa, do Exército da Venezuela participa de desfile militar em Caracas, 5 de junho de 2011

    Rússia não exclui possibilidade de enviar mais especialistas militares para Venezuela

    © AFP 2019 / LEO RAMIREZ
    Américas
    URL curta
    7253
    Nos siga no

    A Rússia está pronta para aumentar a quantidade de especialistas militares na Venezuela para cumprimento das obrigações contratuais caso seja necessário, informou um alto representante do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

    Aleksandr Schetinin, chefe do Departamento Latino-americano do MRE russo, declarou, às margens do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, que a Rússia está pronta para ampliar a presença de especialistas militares na Venezuela.

    "Quaisquer trabalhos demandam um preciso envolvimento de pessoas, [sendo esse envolvimento] às vezes maior, às vezes menor. Se precisar de mais, nós enviamos mais [especialistas militares], o quanto for preciso", destacou o diplomata russo.

    "Se a quantidade [presente na Venezuela] não for necessária, todos eles voltarão. Trata-se de uma questão absolutamente técnica, relacionada ao cumprimento de contratos específicos de execução de um volume de trabalho específico", declarou.

    Aleksandr Schetinin anunciou um novo fornecimento de ajuda humanitária para o país caribenho e recordou a nova fase das conversações em Oslo entre representantes venezuelanos da oposição e do governo.

    Anteriormente, o presidente russo, Vladimir Putin, informou que a Rússia realizou o fornecimento oficial de material militar à Venezuela e agora deve ser efetuada a manutenção do equipamento fornecido.

    Mais cedo, o embaixador da Rússia na Venezuela, Vladimir Zaemsky, afirmou que não havia nenhuma conversa sobre diminuição de pessoal no país. Além disso, ele destacou que a manutenção do equipamento estava sendo realizada em conformidade com as obrigações da Rússia e Venezuela.

    Mais:

    Governo da Venezuela critica proibição de viagens de cruzeiro a Cuba por parte dos EUA
    EUA usam sanções para impor dominância na arena internacional, diz vice-presidente da Venezuela
    Sanções contra Venezuela não afetam a exportação de produtos agrícolas da Rússia, diz vice-ministro
    Tags:
    material bélico, chancelaria russa, Fórum Econômico de São Petersburgo, Rússia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar