00:10 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Tripulantes do submarino nuclear norte-americano (imagem referencial)

    Portal traz à tona escândalo sexual em submarino dos EUA

    © AP Photo/ Stephen Morton
    Américas
    URL curta
    83211

    O portal norte-americano revelou detalhes de um escândalo sexual que aconteceu no submarino Florida da Marinha dos EUA.

    De acordo com mídia, em junho do ano passado, o assessor do capitão Gregory Kercher alertou seu superior que um dos membros da tripulação do submarino preparou duas listas dentro da embarcação.

    Uma delas faz um ranking das tripulantes usando estrelas, enquanto a outra lista contém comentários sexuais ao lado do dos nomes das mulheres que foram avaliadas na primeira lista.

    Rumores destas listas se espalharam rapidamente entre a tripulação do submarino, fazendo com que as mulheres passassem a se preocupar com a segurança durante serviço. Kerch se mostrou disposto a encontrar os responsáveis, mas não fez muita coisa no fim das contas.

    Quando o caso chamou a atenção de oficiais da Marinha dos EUA, Kerch foi demitido por "perda de confiança em sua capacidade de liderar uma equipe". Membros da tripulação foram punidos. A publicação especifica que o USS Florida é o segundo submarino da Marinha dos EUA a contar com mulheres na tripulação. No total, na época do escândalo, a tripulação de 173 membros incluía 32 mulheres.

    Mais:

    Assédio visual existe: teste permite detectar estupradores pelo olhar
    Pesquisa: 50% das francesas abandonaram saias depois de sofrerem assédios sexuais
    Navios da Marinha dos EUA são epicentros de assédio sexual
    Tags:
    escândalo sexual, submarino, Marinha, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar