09:39 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Logotipo da CIA

    EUA condenam ex-agente da CIA a 20 anos de prisão por tentar espionar para China

    © AFP 2019 / Saul Loeb
    Américas
    URL curta
    303

    Um ex-funcionário da CIA foi condenado a 20 anos de prisão por tentar enviar informações sigilosas de defesa para a China em violação à Lei de Espionagem, informou o Departamento de Justiça dos EUA em um comunicado.

    "Kevin Patrick Mallory, 62, de Leesburg, Virgínia, foi sentenciado hoje a 20 anos de prisão (…) depois de ter sido condenado no âmbito da Lei de Espionagem por conspiração para transmitir informações de defesa nacional a um agente da República Popular da China", informou o comunicado.

    Mallory visitou a China em março e abril de 2017, onde se encontrou com Michael Yang, que trabalhou para os serviços de inteligência da China, disseram os promotores.

    O réu transferiu quatro documentos confidenciais para Yang e seu chefe por meio de um dispositivo de telecomunicações.

    O ex-funcionário da CIA foi acusado de mentir para os investigadores, entregando e tentando entregar documentos de defesa para ajudar governos estrangeiros, acrescentou o texto.

    Mais:

    Serviço de segurança iraniano teria revelado rede de espionagem da CIA
    Mídia: chefe da CIA, alvo de boatos de tortura, induziu Trump a expulsar diplomatas russos
    Bolsonaro e ministros fazem visita fora da agenda à CIA
    CIA e Coreia do Norte têm mantido negociações sigilosas desde 2009, revela mídia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar