19:29 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente Bolsonaro discursa na Câmara de Comércio em Washington, 18 de março de 2019

    Brasília, Texas: Bolsonaro será recebido por Bush em homenagem nos EUA

    © AP Photo / Susan Walsh
    Américas
    URL curta
    644
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro desembarca nesta quarta-feira em Dallas, capital do Texas, para realização de uma visita oficial de dois dias, informou Agência Brasil.

    É a segunda viagem de Bolsonaro aos Estados Unidos (EUA) em cinco meses de governo. Em 19 de março o político foi recebido pelo presidente Donald Trump na Casa Branca, em Washington.

    Em sua viagem ao Texas Bolsonaro foi acompanhado por cinco ministros: Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Santos Cruz (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional). Os governadores do Acre, Gladson Cameli (PP), e de São Paulo, João Doria (PSDB), também fazem parte da delegação. Além destes, os deputados Hélio Lopes (PSL-RJ), Marco Feliciano (Pode-SP), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e o secretário-executivo da Casa Civil, José Vicente Santini compõem a comitiva do presidente. 

    Na tarde desta quarta-feira Bolsonaro se reunirá com o ex-presidente dos EUA, George W. Bush, que governou os Estados Unidos entre 2001 e 2009. O presidente brasileiro também espera se encontrar com o governador do Texas, Greg Abbot, o prefeito de Dallas, Mike Rawlings, e o senador texano Ted Cruz. 

    Já na quinta-feira, Bolsonaro será homenageado como personalidade do ano pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em almoço organizado pelo World Affairs Council de Dallas/Fort Worth, que contará com a presença de 120 empresários norte-americanos. 

    Essa homenagem seria realizada na cidade de Nova York, mas o governo brasileiro cancelou a agenda na cidade após críticas do prefeito nova iorquino, Bill de Blasio, a visita de Bolsonaro, informou Agência Brasil.

    Mais:

    Após desistir de ir a Nova York, Bolsonaro afirma que irá aos EUA
    Prefeito de Nova York chama Bolsonaro de valentão: 'seu ódio não é bem-vindo aqui'
    Bolsonaro cita 'pressão' e cancela participação em jantar que o homenagearia em Nova York
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar