10:32 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    210
    Nos siga no

    Um cidadão argentino que chegou à Casa Rosada, sede do executivo nacional em Buenos Aires, e disse que tinha uma visita agendada com o presidente argentino Mauricio Macri foi preso depois de tentar deixar uma pasta contendo um revólver.

    "Eles prenderam uma pessoa que tentou entrar na Casa Rosada com uma arma de fogo", disse a presidência em um comunicado.

    O pessoal de segurança da sede do Executivo que depende da Casa Militar negou a entrada de Francisco Ariel Muñiz, 36 anos, depois de descobrir que ele não tinha nenhuma audiência marcada com o presidente argentino.

    O homem, que não entrou no prédio, jogou a pasta no portão que separa a rua da Casa Rosada e saiu correndo, o que levou à sua prisão.

    O caso ficou a cargo do juiz federal Ariel Lijo.

    Na semana passada, o deputado argentino Héctor Olivares, sofreu um ataque a tiros e morreu neste domingo (12). O deputado estava internado em estado grave em um hospital público e passou por duas cirurgias. Ele deu entrada no centro médico entre a vida e a morte.

    Um funcionário que estava com Olivares já havia morrido no dia do ataque.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar