22:10 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, acena ao lado do presidente chinês, Xi Jinping, após coletiva de imprensa em Pequim, 9 de novembro de 2017

    Trump diz que China está 'sonhando' com sua derrota eleitoral em 2020

    © AP Photo / Andy Wong
    Américas
    URL curta
    314
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vem mantido posição firme em relação à China em negociações comerciais. Nesse contexto, ele afirmou no domingo que a China estaria "sonhando" com o fracasso de sua candidatura à reeleição nas eleições presidenciais dos EUA em 2020.

    A afirmação veio através de sua conta oficial no Twitter, de onde tradicionalmente Trump dispara opiniões e informações sobre seu governo. Na postagem, Trump afirma que os chineses estariam esperançosos que Joe Biden, ou outro político democrata, o derrote nas eleições futuras

    ​A última rodada de negociações comerciais EUA-China terminou esta semana em Washington. Com pouco a apresentar após as negociações, a Casa Branca introduziu um novo conjunto de tarifas sobre o valor de 200 bilhões de dólares em produtos chineses, ao que Pequim prometeu um retaliação.

    China e EUA vêm tentando superar os desentendimentos que surgiram após a decisão de Trump, em junho de 2018, de impor tarifas de 25% sobre produtos chineses, alcançando um valor de US$ 50 bilhões de dólares. Trump acredita que essa é uma tentativa de equilibrar a balança comercial entre EUA e China.

    Em abril, o ex-vice-presidente dos EUA, Joe Biden, disse que entraria na corrida presidencial dos EUA em 2020 e tem ganhado espaço na competição interna do partido democrata com o senador Bernie Sanders.

    Na ocasião, Trump foi ao Twitter para saudar o anúncio da candidatura presidencial de Biden, chamando o ex-vice-presidente de "Joe sonolento".

    Mais:

    Trump alerta China para não esperar até 2020 para acertar acordo comercial com os EUA
    China lança 2 novos destróieres ao mesmo tempo
    China diz que negociações com os EUA não acabaram e aponta 3 pontos de discórdia
    Trump ordena aumento de tarifas contra a China e valor chega a US$ 300 bilhões
    China se diz forçada a retaliar aumento de tarifas dos EUA
    Tags:
    guerra comercial, Twitter, Bernie Sanders, Donald Trump, Joe Biden, EUA, Estados Unidos, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar