08:13 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Assessor sênior da Casa Branca, Jared Kushner, durante o evento Liderança Americana em Tecnologia Emergente com o Presidente Donald Trump na Sala Leste da Casa Branca, em Washington, 22 de junho de 2017

    EUA pretendem discutir anexação da Cisjordânia por Israel após formação de novo governo

    © AP Photo / Evan Vucci
    Américas
    URL curta
    12710

    O assessor sênior da Casa Branca, Jared Kushner, disse na quinta-feira que Washington discutirá a possibilidade de Israel anexar os assentamentos da Cisjordânia quando um novo governo israelense for formado.

    Kushner disse ao Instituto de Washington sobre Políticas para o Oriente Próximo que sua proposta de paz no Oriente Médio seria um "bom ponto de partida" para abordar o conflito israelo-palestino.

    O genro do presidente Trump, que é de família judia e tem se debruçado sobre o conflito israelo-palestino desde o início do mandato, disse anteriormente que o plano será uma reversão das abordagens dos governos anteriores, que tentaram iniciar processos que levam a soluções não especificadas.

    As relações entre Israel e Palestina estão tensas há décadas. Os palestinos buscam reconhecimento diplomático de um Estado independente nos territórios da Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, parcialmente ocupada por Israel, e a Faixa de Gaza.

    Em abril, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que não acredita que a promessa de Netanyahu de anexar a Cisjordânia prejudiquem o processo de paz liderado pelos EUA no Oriente Médio.

    Tags:
    Instituto de Washington sobre Políticas para o Oriente Próximo, Mike Pompeo, Estados Unidos, Jerusalém Oriental, Cisjordânia, Oriente Médio, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar