13:58 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    El presidente de Perú, Pedro Pablo Kuczynski

    Ex-presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, recebe alta e vai cumprir prisão domiciliar

    © REUTERS / Charles Platiau
    Américas
    URL curta
    101

    O ex-presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski (2016-2018) recebeu alta da clínica onde estava internado e foi transferido para sua casa, onde cumprirá prisão domiciliar, informou a agência estatal Andina.

    "O ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski voltou para sua casa, localizada em San Isidro, onde será mantido em prisão domiciliar por 36 meses", informou Andina.

    Em 27 de abril, o tribunal emitiu um mandado de prisão domiciliar de 36 meses contra o ex-presidente, a pedido da equipe Lava Jato do Ministério Público.

    O Ministério Público afirma que o ex-chefe de Estado cometeu lavagem de dinheiro na construção do Corredor Rodoviário Interoceânico Peru-Brasil e do Projeto Olmos de Irrigação e Hidroenergia, obras concedidas ilegalmente à Odebrecht.

    Ambos foram executados no governo de Alejandro Toledo (2001-2006), no qual Kuczynski atuou como Ministro da Economia.

    No início, a prisão preventiva foi solicitada contra Kuczynski, mas, devido ao seu delicado estado de saúde, a sua defesa solicitou que fosse alterada para prisão domiciliar, pedido ao qual o Gabinete do Procurador concordou.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar