11:57 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Instabilidade na Venezuela

    Caracas: 'apoiantes' de golpe na Venezuela foram transportados sem saber o que ia acontecer

    © AP Photo / Ariana Cubillos
    Américas
    URL curta
    16334

    Segundo o presidente da Assembleia Constituinte, Diosdado Cabello, alguns militares chegaram ao local onde foi realizada a tentativa do golpe de Estado a mando dos seus comandantes, sem saber o que iria acontecer.

    Eles não sabiam o que ia acontecer, eles foram enganados, informou o canal Telesur, citando o presidente da Assembleia Constituinte, Diosdado Cabello.

    "Um grupo de sargentos da Guarda Nacional e outros militares, incluindo efetivos do serviço de reconhecimento, foram transportados de forma enganosa, sob pretexto de outro evento", disse ele.

    Durante o discurso do presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, à nação, ele mostrou um vídeo em que os militares relatam que haviam ido ao local por ordem dos comandantes, mas acabaram sendo enganados, assegurando que não sabiam da tentativa de golpe de Estado.

    Na terça de manhã, Juan Guaidó, líder da oposição venezuelana e autoproclamado presidente, e seus apoiantes se concentraram em Caracas, na autoestrada em frente da base militar de La Carlota.

    Anteriormente, Guaidó havia apelado ao povo venezuelano e ao Exército a sair à rua para finalizar a chamada Operação Liberdade e derrubar o presidente legítimo, Nicolas Maduro.
    O presidente da Venezuela declarou que os comandantes de todas as regiões militares e zonas de defesa integral se mantiveram fiéis ao povo, à Constituição e à Pátria.

    Mais:

    Evo Morales sobre Venezuela: 'Trump fracassou de novo em sua ofensiva golpista'
    Bolsonaro: possibilidade da intervenção do Brasil na Venezuela 'é próxima de zero'
    Bolsonaro diz que decisão sobre intervenção na Venezuela é só dele, mas acaba desmentido por Maia
    Tags:
    golpe de Estado, Nicolas Maduro, Juan Guaidó, Caracas, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar