18:51 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1101
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, prometeu nesta sexta-feira revogar o status dos Estados Unidos como signatário do Tratado de Comércio de Armas, dizendo que pedirá ao Senado dos EUA que não ratifique o pacto assinado por seu antecessor democrata Barack Obama.

    "Estamos pegando nossa assinatura de volta", afirmou Trump em uma manifestação da Associação Nacional de Rifles (NRA) em Indianápolis.

    "Eu assinarei [...] uma mensagem pedindo ao Senado para interromper o processo de ratificação do tratado", acrescentou.

    O tratado, que entrou em vigor em dezembro de 2014, "regula o comércio internacional de armas convencionais, desde armas pequenas até tanques de guerra, aviões de combate e navios de guerra", diz um documento das Nações Unidas.

    Os Estados Unidos são um dos 130 países signatários, porque em 2013 o então presidente Barack Obama assinou a assinatura do tratado, mas a ratificação parlamentar está pendente.

    Mais:

    Segunda Emenda para sempre: Trump promete não mexer na lei das armas nos EUA
    Putin: controle de armas será principal tema de encontro com Trump
    Donald Trump exigiu a Kim Jong-un que transferisse armas nucleares para EUA, revela fonte
    Tags:
    Senado dos EUA, Barack Obama, Donald Trump, Tratato sobre o Comércio de Armas, armas, NRA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar