04:35 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Membros do movimento xiita libanês Hezbollah

    EUA sancionam 2 indivíduos e 3 entidades por suposta ligação com o Hezbollah

    © AFP 2019 / Mahmoud ZAYYAT
    Américas
    URL curta
    0 12
    Nos siga no

    No início de novembro de 2018, os Estados Unidos impuseram uma série de sanções contra vários indivíduos por supostas ligações com o Hezbollah e o Hamas. Washington classifica os dois grupos como organizações terroristas.

    A informação foi divulgada pelo  Departamento do Tesouro por comunicado nesta quarta-feira.

    "Hoje, o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Departamento do Tesouro dos EUA (OFAC) focou ainda mais as operações comerciais globais do Hezbollah ao designar dois indivíduos e três entidades atuando como canais para esquemas de evasão de sanções", disse o comunicado.

    O Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro designou Wael Bazzi, da Bélgica, por agir em nome ou por conta do pai e financista do Hezbollah, Mohammad Bazzi e Hassan Tabaja, por atuar em nome do seu irmão e membro do Hezbollah, Adham Tabaja.

    A OFAC também designou a Voltra Transcor Energy BVBA, a OFFISCOOP NV — ambas sediadas na Bélgica — e a BSQRD, sediada no Reino Unido, por pertencer ou ser controlada por Wael Bazzi, acrescentou o comunicado.

    As empresas ajudaram o Hezbollah a evitar sanções com práticas que incluem o acesso ao sistema financeiro formal, usando membros da família como representantes, de acordo com o comunicado.

    No início desta semana, os Estados Unidos anunciaram uma recompensa de até US$ 10 milhões por informações que levem à interrupção das redes financeiras do Hezbollah, segundo autoridades.

    Em dezembro de 2018, Trump introduziu novas sanções contra o Hezbollah por seu suposto uso de civis como escudos humanos na guerra. Segundo o Comitê de Assuntos Públicos dos EUA, o Hezbollah estava desenvolvendo infraestrutura terrorista entre populações civis.

    O Hezbollah foi fundado nos anos 80 como uma organização paramilitar e política originária da população xiita do Líbano. O grupo inicialmente visava acabar com a ocupação de Israel no sul do país.

    Tags:
    Comitê de Assuntos Públicos dos EUA, OFFISCOOP NV, Voltra Transcor Energy BVBA, Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro, Hamas, Hezbollah, Adham Tabaja, Hassan Tabaja, Mohammad Bazzi, Wael Bazzi, Israel, Líbano, Bélgica, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar