20:59 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, sorri durante reunião com membros do governo no Palácio de Miraflores, em Caracas, Venezuela, em 23 de abril de 2019

    Maduro sobre 90 dias de Guaidó: 'Temos controle do Governo e condução da Força Armada'

    © REUTERS / Palácio de Miraflores
    Américas
    URL curta
    4141
    Nos siga no

    O presidente reeleito da Venezuela, Nicolás Maduro, confirmou que tem o controle do país latino-americano e a condução da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB).

    "Temos o controle do Governo, a condução da Força Armada e o controle do território nacional e, como presidente, estou governando todos os dias e cumprindo todos os meus preceitos constitucionais. Vamos seguir governando!", disse Maduro durante cerimônia pública em Caracas.

    ​A declaração do líder bolivariano seguiu os 90 dias da autoproclamação do deputado da oposição, Juan Guaidó.

    No dia 23 de janeiro, Guaidó foi nomeado em praça pública como "presidente interino" da Venezuela, sem cumprir os estatutos constitucionais.

    "Como presidente, o governo dirige diariamente as relações nacionais e internacionais, a fazenda pública, cumprindo todos os meus preceitos constitucionais", afirmou Maduro.

    Para o chefe de Estado venezuelano, a autoproclamação do líder da oposição foi um "julgamento fracassado" de um golpe de Estado liderado pela administração Trump, fazendo com que Guaidó se tornasse "motivo de chacota" pelo mundo.

    ​Na Venezuela há uma Constituição, um Estado, um Presidente e um Governo em exercício, disse o líder nacional Nicolás Maduro

    Maduro também agradece ao povo venezuelano e à FANB pelo compromisso de permanecerem leais à Constituição do país.

    Mais:

    Embaixadores de Guaidó se reunirão com chanceler da Colômbia para avaliar cerco a Maduro
    Maduro diz que subsidiária da PDVSA é objeto de roubo com cumplicidade dos EUA
    Maduro: Banco Central da Venezuela superará sanções dos EUA
    Tags:
    Força Armada Nacional Bolivariana, Venezuela, Juan Guaidó, Nicolas Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar