00:20 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O ex-presidente do Peru Pedro Pablo Kuczynski durante homenagem ao Dia da Independência, em 28 de julho de 2017

    Justiça peruana determina prisão do ex-presidente Pablo Kuczynski

    © AP Photo / Martin Mejia
    Américas
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    O Poder Judiciário peruano decretou nesta sexta-feira a prisão preventiva do ex-presidente Pablo Kuczynski (PPK), que governou o país entre 2016 e 2018.

    Kuczynski deverá ficar pelo menos 36 meses na prisão, por supostos crimes de lavagem de dinheiro em processo ligado à construtora brasileira Odebrecht.

    ​"Terceiro Juizado de Investigação Preparatória Nacional Permanente Especializado em Delitos de Corrupção de Funcionários ordena 36 meses de prisão preventiva para o ex-Presidente Pablo Kuczynski, investigado por lavagem de ativos com agravante de pertencer a organização criminosa."

    Kuczynski é acusado de ter recebido propina no valor de US$ 20 milhões da Odebrecht, acusação que ele desmente, alegando ser alvo de perseguição política.

    ​"[O tribunal] também emite uma aparição restringida para os co-réus do ex-mandatário neste caso, Gloria Kisic Wagner e José Luis Bernaola Ñufflo."

    Mais:

    Ex-presidente do Peru tem prisão decretada pela Justiça
    Alan García, ex-presidente peruano, comete suicídio antes de ser preso
    Premiê do Peru apresenta renúncia
    Odebrecht e Ministério Público do Peru assinam acordo de cooperação histórico
    Tags:
    corrupção, prisão, Odebrecht, José Luis Bernaola Ñufflo, Gloria Kisic Wagner, Pedro Pablo Kuczynski, América do Sul, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar