11:03 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Ex-general venezuelano Hugo Carvajal participa de reunião na Assembleia Nacional (arquivo)

    Ex-chefe venezuelano de inteligência é preso na Espanha e aguarda extradição para os EUA

    © AP Photo / Fernando Llano
    Américas
    URL curta
    10311
    Nos siga no

    Ex-general e aliado próximo do então presidente Hugo Chávez, Hugo Carvajal foi preso pela polícia espanhola na sexta-feira, com base em um mandado dos EUA por acusações de tráfico de drogas.

    A pedido da Suprema Corte da Espanha, ele foi levado para uma instalação carcerária temporária enquanto aguarda uma decisão sobre um pedido de extradição dos Estados Unidos.

    Embora a polícia espanhola não tenha divulgado as acusações contra o general, em 2008 ele foi sancionado pelo Tesouro dos EUA por "auxiliar materialmente as atividades de narcotráfico" do grupo rebelde colombiano FARC.

    Durante a audiência, Carvajal negou ter ligações com as FARC e com as acusações de tráfico de drogas. Ele também contestou a possível extradição para os Estados Unidos, de acordo um porta-voz do tribunal.

    ​Como o ex-general explicou ao tribunal, ele deixou a Venezuela há um mês de barco e lutaria contra o pedido de extradição devido a seus laços com a Espanha, já que a família reside no país atualmente.

    Tags:
    Suprema Corte da Espanha, Departamento de Tesouro dos EUA, FARC, Hugo Carvajal, Colômbia, Venezuela, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar