05:24 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes protestam contra a prisão do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, em Londres

    'Fiquem quietos': prisão de Assange é uma mensagem ao povo, diz congressista dos EUA

    © Sputnik / Demond Cureton
    Américas
    URL curta
    517
    Nos siga no

    A prisão nesta quinta-feira (11) do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, na embaixada equatoriana no Reino Unido, serve para enviar uma mensagem de intimidação a todos os cidadãos e jornalistas norte-americanos, disse a deputada democrata dos Estados Unidos, Tulsi Gabbard, em um comunicado.

    "A prisão de Julian Assange tem como objetivo enviar uma a todos os americanos e jornalistas: fiquem quietos, se comportem, andem na linha. Ou vocês vão pagar o preço", disse Gabbard através de sua conta no Twitter.

    ​​Mais cedo nesta quinta-feira (11), autoridades britânicas, declaradamente em nome dos Estados Unidos, prenderam Assange dentro da embaixada equatoriana em Londres.

    Ao mesmo tempo autoridades norte-americanas divulgaram uma acusação de conspiração contra Assange. A pena, caso condenado, pode chegar a cinco anos de prisão.

    Assange ficou famoso após o WikiLeaks publicar arquivos vazados, incluindo alguns referindo-se às operações militares dos EUA no Afeganistão e no Iraque, e às condições da prisão de Guantánamo.

    O Wikileaks também revelou que havia espionagem dos Estados Unidos contra o Brasil durante o governo de Dilma Rousseff.

    Tags:
    prisão de Julian Assange, wikileaks, Agência Nacional de Segurança (NSA), Julian Assange, Tulsi Gabbard, Guantánamo, Afeganistão, Londres, Estados Unidos, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar