19:45 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Organizacição dos Estados Americanos

    Após decisão do Conselho Permanente, Venezuela diz que abandonará OEA

    © flickr.com/ Cancillería del Ecuador
    Américas
    URL curta
    7190
    Nos siga no

    O governo da Venezuela vai abandonar a Organização dos Estados Americanos (OEA) após a decisão do conselho permanente da organização quanto à nomeação do representante venezuelano pelo líder da oposição Juan Guaidó, afirmou a chancelaria do país.

    Anteriormente, o Conselho Permanente da OEA aprovou uma resolução que reconhece Gustavo Tarre Briceño, nomeado pelo líder da oposição venezuelana Juan Guaidó como representante da Venezuela.

    "Trata-se de uma das mais infelizes decisões tomadas […] por esta organização e uma vulgar instrumentalização de chantagem e pressão contra Estados membros para satisfazer os desejos da política neomonroísta de Washington", lê-se no comunicado.

    O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela frisou recusar "se ajoelhar perante os interesses imperialistas da administração dos EUA".

    Em meados de março, o chanceler russo, Sergei Lavrov, comentou a nomeação por Juan Guaidó de um embaixador nos EUA, afirmando que cabe aos representantes oficiais do país na ONU nomear os embaixadores, e que na Venezuela é o governo do atual presidente Nicolás Maduro que o deve fazer.

    No final de janeiro, os EUA aceitaram a designação de Carlos Alfredo Vecchio como encarregado de negócios da Venezuela indicado por Juan Guaidó. Na sequência, o governo de Nicolás Maduro rompeu as relações diplomáticas com os EUA. 

    A grave crise econômica e política na Venezuela se gravou desde 23 de fevereiro deste ano, quando o líder da oposição do país, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente interino da Venezuela. Vários países, inclusive o Brasil, os EUA e a União Europeia, reconheceram Guaidó. Por sua vez, a Rússia, China, Turquia e vários outros apoiaram Maduro como o presidente legítimo. 

    Mais:

    Relatos: novo apagão atinge Venezuela (FOTO, VÍDEO)
    Rússia deve 'sair do caminho' em caso de intervenção na Venezuela, diz diplomata dos EUA
    'A decisão vai ser minha', diz Bolsonaro sobre participação em invasão na Venezuela
    Tags:
    nomeação, saída, Conselho Permanente da OEA, Organização dos Estados Americanos (OEA), Juan Guaidó, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar