23:17 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Apagão em Caracas, Venezuela  (arquivo)

    Maduro: ataques contra rede elétrica partiram da Colômbia e do Chile

    © Sputnik / Eva Mari Uskategi
    Américas
    URL curta
    12170

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou neste sábado que partiram de Colômbia e Chile ciberataques contra o sistema elétrico do seu país, apoiados pelo governo dos Estados Unidos.

    "O último relatório mostrou novos resultados de introdução de vírus nos sistemas elétricos da Venezuela, no sistema informatizado, que aponta para outro tipo de ataque… Do Chile, da Colômbia, realizaram ataques apoiados pelo governo dos Estados Unidos", disse Maduro durante uma manifestação em Caracas. 

    Abordando a crise política ainda vigente na Venezuela, o presidente fez um apelo a líderes da região para apoiarem um grande diálogo nacional na República Bolivariana.

    "Faço um apelo ao presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, ao presidente do Uruguai, Dr. Tabaré Vázquez, ao presidente da Bolívia, Evo Morales, faço um apelo aos primeiros-ministros e presidentes do Caribe. A Venezuela pede apoio e acompanhamento para um grande diálogo de paz, de compreensão", afirmou o chefe de Estado venezuelano.

    Mais:

    Sistema elétrico venezuelano é atacado 'por vírus a partir dos EUA', diz Maduro
    Governo da Venezuela denuncia ataques contra seu sistema elétrico
    Maduro afirma que ataques a sistema elétrico da Venezuela continuam
    MP da Venezuela abre investigação contra Guaidó por sabotagem do sistema elétrico
    Tags:
    ataque cibernético, ciberataque, energia, apagão, sistema elétrico, rede elétrica, Nicolás Maduro, Estados Unidos, Colômbia, Chile, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar