15:15 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    US dollar notes and an American visa

    EUA revogam visto de procuradora do Tribunal Penal Internacional

    © Sputnik / Sergey Mamontov
    Américas
    URL curta
    404
    Nos siga no

    Uma procuradora do Tribunal Penal Internacional afirmou em comunicado que seu visto nos EUA foi revogado, informou a AFP.

    De acordo com o comunicado, o escritório da procuradora Fatou Bensouda enfatizou que ela "tem um mandato independente e imparcial" sob o tratado fundador da corte, o Estatuto de Roma.

    "A procuradora e seu gabinete continuarão a assumir esse dever estatutário com o maior comprometimento e profissionalismo, sem medo ou favor", disse a nota.

    O comunicado foi divulgado depois que autoridades norte-americanas alertaram que indivíduos ligados à investigação proposta pelo TPI sobre soldados americanos de que poderiam não ter permissão para entrar nos Estados Unidos.

    No ano passado, o presidente Donald Trump disse à Assembleia Geral das Nações Unidas que os EUA nunca renunciarão soberania frente ao TPI.

    Washington criticou o TPI desde que o órgão foi introduzido pela primeira vez durante o governo Clinton, alegando que a Corte seria usada por inimigos dos EUA para ataques politicamente motivados contra americanos que prestam serviços no exterior. Em 2002, o Congresso aprovou uma lei proibindo o apoio dos EUA ao TPI e também permitiu que o governo usasse todos os meios necessários para repatriar qualquer cidadão americano detido pelo tribunal.

    Tags:
    Assembleia Geral das Nações Unidas, Tribunal Internacional de Justiça, Hillary Clinton, Donald Trump, Fatou Bensouda, Estados Unidos, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar