08:21 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, visto através da janela da Sala Oval, Washington, EUA, 8 de janeiro de 2018

    Mulher chinesa é detida em resort de Trump com pen drive contendo malware

    © AP Photo / Carolyn Kaster
    Américas
    URL curta
    414

    Uma mulher chinesa carregando vários celulares e um pen drive contendo malware foi presa no sábado no resort Mar-a-Lago do presidente norte-americano Donald Trump na Flórida enquanto ele estava hospedado lá.

    Um documento de prisão no tribunal distrital federal de Palm Beach, na Flórida, disse que Zhang Yujing tentou entrar em Mar-a-Lago no sábado, primeiro se apresentando como membro e dizendo que estava indo para a piscina — apesar de não ter trajes de banho. Então, ela alegou estar participando de um evento inexistente de amizade sino-americana.

    Depois de ser detida, ela ofereceu uma outra versão: foi convidada por um amigo chinês chamado Charles para viajar de Xangai para participar do evento e tentar falar com um membro da família do presidente sobre as relações econômicas entre Estados Unidos e China, segundo o documento.

    A mulher carregava dois passaportes da República Popular da China, segundo o Serviço Secreto dos EUA.

    Agentes do Serviço Secreto no local encontraram quatro celulares, um laptop, um disco rígido externo e um pen-drive que "continha software malicioso".

    Zhang foi presa e acusada de fazer declarações falsas a oficiais federais e conscientemente entrar em um prédio restrito.

    Mais:

    O que teria impulsionado China a enviar caças ao estreito de Taiwan?
    EUA fecham venda de jatos F-16V para Taiwan e desagradam China
    China estende decisão de suspender tarifas sobre importações de carros dos EUA
    Críticas à Nova Rota da Seda são 'preconceito', acusa principal diplomata da China
    Queremos ampliar relação com a China, diz coordenador de grupo parlamentar sobre o tema
    Tags:
    Donald Trump, China, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar