10:49 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestante da oposição agita bandeira venezuelana em frente aos escritórios administrativos da petroleira estatal venezuelana PDVSA, em Caracas, Venezuela, 9 de janeiro de 2003

    MP do Peru abre investigação contra prefeito que prometeu cidade 'livre dos venezuelanos'

    © AP Photo / Fernando Llano
    Américas
    URL curta
    121
    Nos siga no

    Ministério Público do Peru anunciou segunda-feira (1) que vai iniciar uma investigação contra o prefeito da cidade de Huancayo, Henry Lopez, responsável por prometer uma comunidade "livre de venezuelanos".

    Ele será investigado pelos crimes de discriminação e incitação à discriminação contra imigrantes venezuelanos.

    Na semana passada, Lopez publicou uma declaração oficial em que anunciou um plano para declarar Huancayo uma cidade "livre de venezuelanos".

    Ele argumentou que com essa medida pretendia combater "a crescente e descontrolada presença de cidadãos estrangeiros" que causava um "aumento na informalidade do trabalho, comércio de ambulantes e vandalismo".

    Na quinta-feira, o Provedor de Justiça, órgão estatal encarregado de assegurar a proteção dos direitos das pessoas, rejeitou a iniciativa lembrando que o prefeito "deve respeitar os princípios constitucionais da igualdade e não discriminação".

    No entanto, o prefeito insistiu na sexta-feira que ele iria coordenar com a polícia local para deportar todos os imigrantes ilegais venezuelanos residentes em Huancayo.

    Segundo ele, a legalidade de sua medida baseou-se em um decreto regional que exige que empresas privadas da região de Junín mais de 60% de seu pessoal sejam trabalhadores nativos daquela região.

    Huancayo, com pouco mais de meio milhão de habitantes, é a capital de Junín, além de ser a cidade mais próxima da capital Lima.

    Oscar Pérez, presidente da ONG União Venezuelana no Peru, disse à Sputnik estimar que 4 a 5 mil imigrantes venezuelanos vivem em Huancayo.

    Ele também assegurou que seus compatriotas optam por viver na cidade por seu "custo de vida bem abaixo do que em Lima" e que casos de xenofobia são comuns. 

    Mais:

    Qual é estratégia da Rússia em relação à Venezuela?
    Chanceler russo explica função dos especialistas militares da Rússia na Venezuela
    Ativista dos EUA suspeita que ninguém apareça nas ações de apoio a Guaidó na Venezuela
    Governo da Venezuela denuncia ataques contra seu sistema elétrico
    Novo apagão deixa vários estados da Venezuela sem eletricidade
    Turquia comenta declarações americanas sobre cooperação com Venezuela
    Tags:
    Peru, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar