13:05 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Vista aérea da Cidade do Panamá

    Panamá decide revogar credenciais de 14 diplomatas venezuelanos

    © AFP 2019 / Rodrigo ARANGUA
    Américas
    URL curta
    305
    Nos siga no

    Autoridades panamenhas decidiram revogar as credenciais de 14 diplomatas venezuelanos nomeados pelo presidente Nicolás Maduro, informou o Ministério do Exterior do Panamá em um comunicado.

    “Esta medida é tomada um dia depois da detenção ilegal de Roberto Marrero, chefe do gabinete do [autoproclamado] presidente Guaidó. Este movimento está minando o processo de paz no país”, observou o comunicado.

    O Ministério das Relações Exteriores do Panamá salientou que a decisão não afetaria os funcionários consulares da embaixada venezuelana.

    Segundo o comunicado, o presidente panamenho, Juan Carlos Varela, aceitou as credenciais de Fabíola Zavarce, enviada de Guaidó.

    "É por isso que o Ministério das Relações Exteriores começou a revogar as credenciais do ex-embaixador Duran Centeno", acrescentou o comunicado.

    Na quinta-feira, o Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional da Venezuela (SEBIN) deteve Marrero e Sergio Vergara, próximos de Guaidó. Dois fuzis e uma granada foram posteriormente encontrados na casa de Marrero. Vergara foi libertado na quinta-feira enquanto Marrero ainda está sob custódia.

    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores do Panamá, Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional da Venezuela, Sergio Vergara, Juan Guaidó, Juan Carlos Varela, Fabíola Zavarce, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar