08:04 21 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

    Exercícios militares na Venezuela focam na proteção da rede elétrica do país

    © Sputnik / Sergey Guneev
    Américas
    URL curta
    880
    Nos siga no

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou neste sábado (16) o início da segunda etapa de exercícios militares de larga escala no país, após quase uma semana de apagão em todo o país.

    A primeira etapa dos exercícios de Angostura foi realizada em fevereiro. Desta vez, os exercícios são dedicados à proteção da rede elétrica nacional após o grande apagão que varreu o país na semana passada.

    Na sexta-feira (15), Maduro também anunciou a criação de uma nova estrutura dentro das forças armadas encarregada de proteger a infraestrutura nacional chave.

    "Os complexos exercícios militares apelidados de Ana Karina Rote começaram a proteger os serviços estratégicos do país. Não permitiremos que os inimigos da pátria roubem novamente a paz do heróico povo venezuelano", escreveu Maduro através de sua conta no Twitter.

    ​Em 7 de março, um apagão deixou a maioria dos estados venezuelanos no escuro. Mais de 30 milhões de pessoas ficaram sem acesso a serviços básicos, incluindo água e assistência médica em hospitais. O fornecedor nacional de eletricidade, a estatal Corpoelec, sustenta que o apagão foi resultado de uma sabotagem na maior usina hidrelétrica do país, a usina de Guri. 

    Maduro culpou os Estados Unidos pela crise, enquanto Washington nega ter tipo qualquer papel no apagão.

    O fornecimento de energia foi totalmente restaurado em toda a Venezuela na quarta-feira (13), de acordo com o ministro das Comunicações, Jorge Rodriguez.

    Mais:

    Venezuela lança exercícios militares em grande escala (FOTO)
    Enviado especial dos EUA à Venezuela reconhece que Guaidó 'não está no poder'
    Maduro promete 'mudanças significativas' no governo da Venezuela
    Tags:
    crise na venezuela, exercícios militares, Corpoelec, Jorge Rodriguez, Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar