12:25 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Estatal de petróleo venezuelana PDVSA

    Mídia: Venezuela está com produção petrolífera parcialmente suspensa por causa do blecaute

    © NASA . Ivan Alvarado
    Américas
    URL curta
    422

    A produção petrolífera na Venezuela está parcialmente suspensa em decorrência do blecaute energético por todo o país latino-americano, com a PDVSA e as empresas parceiras enfrentando dificuldades de operar poços e outras instalações, escreveu a Bloomberg, citando um sênior do Ministério do Petróleo venezuelano.

    O funcionário do ministério não detalhou quão abrangente ou duradoura é a interrupção, mas caracterizou a situação como grave.

    "As operações pararam nas principais instalações, reduzindo a produção dos principais materiais sintéticos e mistura de Merey a quase zero", afirmou funcionário. 

    De acordo com a fonte, nesta semana o Ministério do Petróleo deve informar oficialmente sobre o nível de produção de petróleo em março e a situação geral no setor da energia.

    O colapso energético na Venezuela ocorreu no dia 7 de março após um acidente em Guri, usina hidrelétrica responsável pelo fornecimento de 80% de energia ao país. A Corpoelec, companhia elétrica estatal venezuelana, chamou o incidente de "sabotagem" e episódio da guerra energética contra o país.

    Na segunda-feira (11), o presidente Nicolás Maduro prolongou o fim de semana por mais um dia por causa do apagão, ressaltando que os próximos dois dias, terça-feira (12) e quarta-feira (13), serão usados para restabelecimento do fornecimento de energia.

    De acordo com a consultoria Energy Aspects, a produção de petróleo na Venezuela caiu de 1,1 milhão de barris em janeiro para 500 mil barris por dia em março. "Os trabalhos nas principais instalações foram interrompidos", informou a Energy Aspects a clientes.

    Mais:

    Parlamento da Venezuela declara estado de alarme após blackout
    Ex-relator da ONU na Venezuela sobre Maduro: 'meu medo é que ele possa ser assassinado'
    Exército da Venezuela introduz vigilância aérea sobre infraestruturas energéticas
    Tags:
    crise de energia, petróleo, sanções, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar