18:10 20 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Manifestação pelo Dia Internacional da Mulher em Buenos Aires, capital da Argentina

    Argentina estabelece cota de 50% para mulheres no Congresso

    © AFP 2019 / JUAN MABROMATA
    Américas
    URL curta
    232

    O governo da Argentina publicou um decreto nesta sexta-feira elevando de 30% para 50% a reserva de vagas para mulheres no Congresso, notícia recebida com entusiasmo pelas feministas do país.

    A medida, assinada pelo presidente Mauricio Macri, passa a valer já para as eleições deste ano, em outubro, quando os argentinos irão às urnas escolher seus novos parlamentares e também um chefe de Estado. 

    Apesar da cota de 30%, atualmente, 39% das cadeiras do parlamento já são ocupadas por mulheres, assim como outros cargos políticos de grande destaque no país.

    De acordo com o decreto, a nova cota valerá também para mulheres transgênero, desde que o sexo feminino esteja reconhecido no documento oficial de identidade, o que pode ser feito de maneira simples e gratuita. 

    Mais:

    Forbes: Argentina está 'à beira do colapso'
    Ligue 180 recebeu 17,8 mil denúncias de violência contra mulher nos dois meses de 2019
    Apesar de Bolsonaro, número maior de mulheres na Câmara pode reforçar feminismo
    Dia da Mulher terá protestos em todo o país por direitos e contra Reforma da Previdência
    Tags:
    cotas, igualdade de gênero, feminismo, mulheres, Dia Internacional da Mulher, Mauricio Macri, Buenos Aires, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar