04:45 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Ex-gerente da campanha eleitoral de Donald Trump, Paul Manafort, cercado por jornalistas durante Congresso Nacional Republicano, Cleveland, EUA

    Ex-chefe de campanha de Trump é condenado a 3 anos e 11 meses de prisão

    © AP Photo / Matt Rourke
    Américas
    URL curta
    651
    Nos siga no

    O ex-chefe da campanha presidencial que elegeu Donald Trump para a Casa Branca, Paul Manafort foi condenado, nesta quinta-feira (7), por fraude fiscal e bancária a 3 a nos e 11 meses de prisão. Os crimes estão relacionados a seu trabalho na Ucrânia.

    O pedido do governo era de que Manafort fosse condenado por um período entre 19 e 24 anos. No entanto, o juiz T.S. Ellis considerou a pena "excessiva" e condenou Manafort a 47 meses de prisão.

    Paul Manafort, ex-assessor do então candidato presidencial republicano Donald Trump (arquivo)
    © AP Photo / CHIP SOMODEVILLA/GETTY IMAGES NORTH AMERICA
    "Ele [Manafort] não está diante da Corte por nada relacionado ao conluio com o governo russo", afirmou o juiz norte-americano durante a audiência.

    Manafort também enfrenta acusação em outro caso a ser julgado em 13 de março em Washington. Ele será julgado por conspiração contra os Estados Unidos e obstrução de Justiça.

    Mais:

    Juiz dos EUA ordena prisão do ex-chefe de campanha de Trump, Paul Manafort
    Moscou sobre detenção de Manafort: é preciso investigar vestígio ucraniano
    Tags:
    fraude bancária, fraude fiscal, condenação, Paul Manafort, Donald Trump, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar