22:13 20 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Barras de ouro (imagem de arquivo)

    Oposição venezuelana afirma que avião do governo voou à Grécia para vender ouro

    © AP Photo / Michael Probst
    Américas
    URL curta
    1133

    Um deputado da oposição venezuelana afirma que o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, visitou a Grécia para enviar ouro para fora do país, atualmente devastado pela crise.

    Recentemente, surgiram relatos dizendo que o atual presidente venezuelano, Nicolás Maduro, estava tentando levantar dinheiro retirando o ouro dos cofres do Banco Central de Caracas.

    O deputado José Guerra da Assembleia Nacional venezuelana, que trabalhou no Banco Central do país, disse à emissora grega Skai TV que um avião do governo que havia chegado recentemente a Atenas estaria "quase clandestinamente" transportando "cinco ou seis" toneladas de ouro.

    A aeronave chegou ao Aeroporto Internacional de Atenas no sábado (2) e as autoridades afirmaram que o ministro não se reuniu com nenhuma autoridade e que o avião pousou para reabastecimento.

    Devido a isso, o deputado José Guerra sugeriu que Arreaza estava usando a Grécia como um "intermediário" em uma tentativa de trocar o ouro por euros e levá-los de volta a Caracas, além de destacar que a Grécia foi especificamente escolhida porque tinha apoiado Maduro na atual crise constitucional, e que não seria fácil para um avião do governo chegar a outro país da União Europeia devido às sanções, que incluem a proibição de viajar.

    No final de janeiro, José Guerra havia falado que suspeitava que Maduro estava se preparando para retirar do país 20 toneladas de ouro em um avião russo, relato que foi negado pela Rússia.

    Outro deputado da oposição venezuelana, Angel Daniel Alvarado Rangel, também alegou que pelo menos oito toneladas de ouro haviam sido retiradas do Banco Central por ordem do líder venezuelano. Uma empresa de investimentos dos Emirados Árabes Unidos confirmou que havia comprado três toneladas de ouro a Caracas em janeiro.

    O presidente venezuelano reeleito afirma que o Banco da Inglaterra congelou o acesso a "mais ou menos 80 toneladas" de ouro da Venezuela, que havia sido depositado em Londres, tendo pedido ao Reino Unido que devolva esses ativos e disse ter esperança que "um ouro que legalmente pertence ao Banco Central da Venezuela não irá ser roubado".

    As sanções impostas pelos EUA, principalmente contra o gigante petrolífero estatal PDVSA, afetaram a capacidade do governo da Venezuela de pagar suas obrigações de dívida externa. Washington poderá impor mais sanções para aumentar a pressão sobre Maduro e forçá-lo a desistir do poder, confirmou recentemente o assessor de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton.

    Mais:

    Soldados americanos levaram 50 toneladas de ouro roubado da Síria, relata mídia
    Como Rússia ganha bilhões de dólares com o ouro
    Helicópteros dos EUA estariam transportando ouro roubado pelo Daesh na Síria
    Tags:
    barras de ouro, ouro, José Guerra, Jorge Arreaza, Juan Guaidó, Nicolás Maduro, Grécia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar