21:27 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Navio argentino (imagem ilustrativa)

    Guarda Costeira argentina abre fogo contra navio chinês (VÍDEO)

    © AP Photo / Vicente Robles
    Américas
    URL curta
    264018

    Uma unidade da Guarda Costeira Argentina a bordo do navio GC-24 Mantila e o barco chinês Hua Xiang 801 se envolveram em uma perseguição de três horas durante a qual os argentinos tentaram capturar o navio.

    O incidente ocorreu porque a embarcação chinesa havia sido descoberta a pescar no interior da Zona Econômica Exclusiva da Argentina (ZEE).

    O barco chinês estava pescando ilegalmente a cerca de 358 quilômetros do Golfo de São Jorge na noite de 2 de março. A tripulação da Guarda Costeira o detectou quando patrulhava esta zona marítima. O navio argentino localizou a embarcação chinesa a cerca de 1.000 metros do limite exterior da Zona Econômica Exclusiva e, de acordo com a Guarda Costeira, o barco não estava emitindo informações sobre sua geolocalização e não cumpriu as ordens emitidas pelo Mantilla.

    O vídeo da manobra e dos tiros de advertência do navio argentino foi publicado pela própria Guarda Costeira. Ademais, na gravação é possível ouvir os agentes argentinos advertindo o barco de pesca chinês de represálias se ele não seguisse as ordens. Como não responderam, os argentinos abriram fogo até que os chineses se retiraram para as águas internacionais.

    As manobras arriscadas foram supervisionadas pela ministra da Segurança argentina, Patricia Bullrich e pelo chefe da Guarda, Eduardo Scarzello.

    Mais:

    VÍDEOS mostram momento em que 2 navios colidem na Argentina
    Argentina pode dar avião como parte de pagamento por gás natural da Bolívia
    Gestão da energia nuclear no governo Bolsonaro preocupa a Argentina, afirma jornal
    Tags:
    zona econômica exclusiva, violação, advertência, disparos, navio, China, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar