05:57 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela, acena durante visita a Brasília, onde se reuniu com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.

    EUA vão dar 'resposta forte' a qualquer ameaça contra retorno de Guaidó, diz Bolton

    © AP Photo / Lucio Tavora
    Américas
    URL curta
    26421

    O conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, disse neste domingo (3), que qualquer ameaça contra o retorno do autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, "será acompanhada de uma "resposta dura e significativa dos EUA e da comunidade internacional".

    A mensagem foi escrita em sua conta pessoal no Twitter.

    "O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou seu retorno à Venezuela. Qualquer ameaça ou atitudes contrárias ao seu retorno de forma segura serão acompanhadas de uma forte e significativa resposta dos Estados Unidos e da comunidade internacional", escreveu John Bolton.

    Guaidó fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais e convocou novas manifestações contra o governo de Nicolás Maduro para segunda e terça-feira em todo país e prometeu participar dos protestos.

    ​Mais cedo, Bolton declarou em entrevista ao canal de televisão CNN que os Estados Unidos buscam criar uma coalizão para derrubar o governo de Maduro.

    "Estamos tentando obter apoio para a transferência pacífica de poder do [presidente venezuelano] Nicolás Maduro para [o opositor] Juan Guaidó, que reconhecemos como presidente interino", disse.

    Guaidó pretende retornar à Venezuela após viajar por países da América Latina para buscar apoio político.

    Tags:
    Juan Guaidó, John Bolton
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar