04:12 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela

    Ministro das Relações Exteriores venezuelano elogia atuação do Conselho de Segurança

    © REUTERS / Andrew Kelly
    Américas
    URL curta
    440
    Nos siga no

    O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, ressaltou que na sessão desta quinta-feira (28) do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) na qual foi abordada a situação de seu país, que a soberania da Venezuela foi respeitada.

    "Hoje (28 de fevereiro) no Conselho de Segurança da ONU, a paz triunfou, a defesa da soberania e da autodeterminação dos povos, o multilateralismo não vai ficar aos pés do governo dos EUA (e seus países subalternos) para atacar para o povo livre da Venezuela ", escreveu o ministro das Relações Exteriores através de uma mensagem postada na rede social Twitter.

    O chanceler venezuelano falou depois que as duas resoluções votadas no Conselho de Segurança não obtiveram maioria.

    Das duas propostas votadas, uma era dos Estados Unidos, e a Venezuela era chamada a convocar eleições, e a outra era da Rússia e defendia um processo de diálogo entre o governo e a oposição.

    O primeiro obteve nove votos a favor, três contra (incluindo China e Rússia, com direito de veto), três abstenções e três contra; o segundo alcançou quatro votos a favor, sete contra e quatro abstenções.

    Durante esta sessão, o embaixador permanente da Venezuela denunciou que seu país é alvo de constante ameaça ao uso da força.

    Tags:
    Conselho de Segurança da ONU, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar