21:40 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela (foto de arquivo)

    Deputado oposicionista da Venezuela pede 'força' contra Maduro

    © Sputnik / Sergei Guneev
    Américas
    URL curta
    Confrontos nas zonas fronteiriças da Venezuela (51)
    1336

    O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, pediu à comunidade internacional que considere "todas as opções" para resolver a crise da Venezuela, uma dramática escalada na retórica que ecoa comentários do governo Trump insinuando o possível envolvimento militar dos EUA.

    Um íntimo aliado de Guaidó seguiu uma linha similar. Julio Borges, o exilado líder do Congresso que é embaixador de Guaidó no Grupo de Lima, foi ainda mais explícito ao pedir uma opção militar. "Vamos exigir uma escalada da pressão diplomátic e o uso da força contra a ditadura de Nicolás Maduro", disse Borges neste domingo (24).

    Na segunda-feira (25), o Grupo de Lima irá se reunir para discutir a crise na Venezuela. O evento contará com a presença do vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão (PRTB), e tem uma postura crítica em relação a Maduro.

    Ainda durante o evento, Guaidó irá encontrar o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo — que já chegou a afirmar que os dias de Maduro "estão contados".

    Tema:
    Confrontos nas zonas fronteiriças da Venezuela (51)

    Mais:

    Com Mike Pence e Juan Guaidó, Grupo de Lima discutirá amanhã a crise na Venezuela
    Venezuela conduz operação de segurança na fronteira com a Colômbia
    Análise: Guaidó não pôde controlar situação em torno da ajuda humanitária à Venezuela
    Brasil incita comunidade internacional a se juntar ao 'esforço de libertação' da Venezuela
    Colômbia fecha fronteira com Venezuela até 26 de fevereiro
    Acompanhados pela polícia, diplomatas da Colômbia saem a pé da Venezuela
    Tags:
    Grupo de Lima, Julio Borges, Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar